HomeNoticiaPresidente Lula assina Projeto de Lei para viabilizar piso...
quinta-feira, abril 25, 2024

Presidente Lula assina Projeto de Lei para viabilizar piso salarial da enfermagem

O presidente Lula assinou um Projeto de Lei (PLN) para abrir crédito no valor de R$ 7,3 bilhões destinado ao pagamento do piso salarial da enfermagem. 

Os valores de piso salarial estabelecidos são de R$ 4.750 para enfermeiros, R$ 3.300 para técnicos de enfermagem e R$ 2.300 para auxiliares e parteiras

O piso salarial passa a vigorar somente após a aprovação no Congresso Nacional e da derrubada da liminar concedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Piso salarial sancionado, mas não implementado

Embora a lei que institui o piso salarial da enfermagem tenha sido sancionada em agosto do ano passado, ainda não foi implementada devido à falta de recursos e à ação movida pela Confederação Nacional de Saúde no STF. 

O projeto assinado por Lula visa garantir o pagamento do piso, estabelecendo recursos para hospitais públicos, filantrópicos e prestadores de serviço com atendimento mínimo de 60% de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Próximos passos e expectativas

O pagamento do novo piso salarial da enfermagem não é imediato, mas o governo espera que aconteça em breve. Os próximos passos envolvem as seguintes situações:

  1. aprovação do PLN no Congresso Nacional;
  2. derrubada da liminar no STF; e 
  3. garantia de recursos financeiros para o pagamento do piso salarial. 

O Ministério da Saúde criou um grupo técnico para dialogar com parlamentares, o fórum da enfermagem e outras áreas do governo a fim de viabilizar o pagamento do piso salarial.

Valor necessário e exclusões do projeto

Os R$ 7,3 bilhões são considerados necessários para garantir os novos salários nos estabelecimentos listados no projeto. Assim, não incluem repasse de verba pública para unidades que atendem apenas a rede privada. 

Após a assinatura do PLN, o Congresso Nacional votará o projeto em regime de urgência.

Expectativa de início dos pagamentos

A expectativa do governo é que, após a aprovação do projeto no Congresso e a queda da liminar no STF, os pagamentos com base no novo piso salarial comecem em maio. 

Para que o pagamento do piso salarial da enfermagem seja confirmado, é necessário o cumprimento das etapas mencionadas.

Reivindicação da valorização da enfermagem

Líbia Bellusci, coordenadora do Fórum Nacional da Enfermagem, enfatiza a necessidade de que o STF derrube a liminar.

Ela defende a valorização da enfermagem com um piso salarial digno, reforçando a importância da categoria no sistema de saúde brasileiro.

Cristiano Alvarenga
Cristiano Alvarengahttps://fiibrasil.com
Jornalista profissional, com experiência no mercado bancário e em educação superior. Especialista em dados e apreciador da informação via visualização de dados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais notícias

Notas de corte Enfermagem no Sisu; consulte simulado para UFRA e outras universidades

Vai tentar uma vaga no curso de Enfermagem no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2024? Então confira a nota de corte para as vagas ofertadas...

Veja também