Close
Skip to content

Ibovespa: conheça as ações que compõem o principal índice da B3

Ibovespa

Diariamente os veículos de comunicação noticiam sobre a queda ou alta da Bolsa de Valores Brasileira, a B3. Mas como a imprensa chega neste veredicto? Onde eles obtêm essas informações?

Os dados são referentes ao indicador mais importante do mercado financeiro. O Ibovespa, ou Índice Bovespa, serve como parâmetro para medir o “humor” do mercado, a temperatura da economia.

O Ibovespa é uma carteira com as principais ações da B3. Atualmente, o índice possui 91 ativos no portfólio. Cada uma dessas empresas tem um peso específico no Ibovespa, ou seja, tem potencial para influenciar o mercado.

Ações do Ibovespa 

Ações da Vale (VALE3), Petrobras (PETR4 e PETR3) e Itaú (ITUB4), por exemplo, têm as maiores participações no índice, portanto, têm mais força para influenciar o Ibovespa. Veja a lista completa das empresas que formam o Ibovespa. Para informações sobre determinada ação, clique no código da empresa (por exemplo, VALE3):

O gráfico apresenta a cotação atual, a variação do dia e a participação (%) de cada ativo no Ibovespa.

O índice foi criado em 1968 com o objetivo de ser referência para investidores. A lista das empresas que compõem o Ibovespa é reavaliada a cada quatro meses.

Estima-se que 80% do volume financeiro e de negócios do mercado de capitais brasileiros seja realizada com os ativos que compõem o Ibovespa.

Critérios para ingressar no Ibovespa

Para participar do Ibovespa as ações devem preencher alguns critérios. A definição dos critérios de inclusão no Ibovespa são os seguintes:

  • Índice de Negociabilidade: apresenta a quantidade de negócios realizada por cada ação. Para compor o Ibovespa o ativo deve estar elegível em três períodos de vigência da carteira, com 85% do somatório total do IN.
  • Presença no pregão em, ao menos, 95%;
  • Representar pelo menos 0,1% do volume financeiro do mercado às vista (lote padrão);
  • Não ser uma “Penny Stock”, ou seja, com cotação inferior a R$ 1.