Liberdade financeira: conheça 6 dicas para garantir uma aposentadoria tranquila

passos para aliberdade financeira

Recolher cupons e marcar voos com milhas de cartão de crédito pode até economizar alguns reais, mas alcançar a liberdade financeira no longo prazo exige ações mais diretas e contínuas. É necessário colocar em prática um planejamento para chegar na aposentadoria de forma tranquila.

Vamos apresentar seis dicas relacionadas às finanças pessoais que podem garantir a tão sonhada estabilidade financeira.

O que vou apresentar aqui são temas relacionados à educação financeira fundamentais para organizar a vida econômica. Confira os seis itens importantes nesta jornada:

  1. Orçamento;
  2. Poupança;
  3. Dívidas;
  4. Impostos;
  5. Seguros e;
  6. Aposentadoria.

1 – Orçamento e economia

carro vilão da liberdade financeira

Carro é um dos “vilões” da liberdade financeira

Ao fazer o orçamento, concentre-se nos itens mais caros.

Você pode ter ouvido que seria um milionário se simplesmente pular o seu café com leite matinal, mas é provável que você possa economizar mais cortando custos em coisas caras como habitação e transporte.

Um carro novo, mesmo que de modelo popular, segundo a Tabela FIPE custa em torno de R$ 50 mil.

Mas comprar o mesmo carro usado, com uns dois anos de uso, pode economizar mais de R$ 15 mil. O que vale muito mais que uma ano do cafezinho.

2 – Planejamento: essencial para conquistar a liberdade financeira

Ao definir metas de economia, seja específico sobre seu plano para chegar lá.

É fácil dizer, vou economizar R$ 10 mil para a aposentadoria este ano.

Mas você também precisa definir táticas para perseguir seu objetivo.

As metas secundárias podem ajudar a orientar sua estratégia de economia: se você deseja economizar este ano, pense sobre como você pode economizar R$ 800,00 este mês, aumentando sua receita ou reduzindo suas despesas em cerca de R$ 200,00 por semana.

Tenha em mente que é importante avaliar o quão realista é seu objetivo e monitore seu progresso.

3 – Corra das dívidas e juros altos

cartão de credito pode ser utilizado positivamente

Cartão de crédito pode seu um aliado para a liberdade financeira

Evite dívidas com juros altos e empréstimos para itens que podem perder valor rapidamente.

Você pode ter ouvido falar para evitar dívidas a todo custo, mas nem todas as dívidas são criadas da mesma forma.

Um tipo de dívida a evitar é a dívida com taxa de juros superior a 5%, como o cartão de crédito, por exemplo.

Além disso, tente evitar endividar-se por algo que provavelmente perderá valor rapidamente, como barcos, trailers, jóias e outros produtos de luxo.

Mas há momentos em que pedir dinheiro emprestado faz sentido.

Por exemplo, empréstimos para educação ou abertura de empresas são frequentemente considerados dívidas saudáveis porque eles podem levar a mais renda no futuro.

Para alguns, um financiamento imobiliário com juros baixos pode ser um bom uso da dívida, porque uma casa tem o potencial para valorizar.

Até mesmo usar um cartão de crédito, desde que você pague o saldo integral todos os meses pode ajudar.

Melhore sua pontuação de crédito mostrando aos credores que você pode gerenciar dívidas com responsabilidade.

Mas uma dívida saudável só ajuda sua pontuação de crédito se você fizer seus pagamentos em dia.

Então se você aumentar sua pontuação de crédito, apenas peça dinheiro emprestado, na certeza de que estará capaz de pagar de volta.

4 – Reduza o valor pago em impostos

Reduza sua renda tributável.

Isso não significa ganhar menos dinheiro, mas encontrar maneiras de pagar menos impostos sobre o dinheiro que recebe.

Uma maneira de fazer isso é receber renda de forma isenta de impostos, o que significa ser compensado de forma que não seja tributável.

Investir no plano de previdência privada, por exemplo, pode ser uma boa alternativa.

5 – Economize gastos com seguro

Evite contratar seguro para despesas que você pode pagar do próprio bolso.

Dependendo da sua situação pessoal, você pode precisar de seguro de carro, casa ou seguro de vida.

E todo mundo precisa de seguro saúde.

Estudos sugerem que mais de 60% de todas as falências estão relacionadas a questões médicas, portanto, esforce-se para ter pelo menos cobertura mínima.

Mas lembre-se de que o objetivo do seguro é protegê-lo em cenários infelizes.

Em troca de proteção, você faz pagamentos regulares a uma seguradora chamada prêmios.

Os prêmios são garantidos e frequentemente significa despesas contínuas.

Para objetos de valor menor, como dispositivos eletrônicos, você pode pular o seguro se puder ter recursos para substituí-los, porque pagar por uma cobertura que você talvez nunca use pode ser um desperdício de dinheiro.

6 – Invista em sua aposentadoria

E, finalmente, número seis: não economize apenas para a aposentadoria, invista para a aposentadoria.

Realisticamente, apenas poupar provavelmente não será suficiente para chegar à sua aposentadoria.

Investir pode ajudar a aumentar seu dinheiro ao longo do tempo.

Como você pode ver, se você investiu R$ 10 mil  em ações em 1975, até o final de 2021, seu investimento teria valido mais de R$ 200 mil. 

Como R$ 10 mil  pode crescer tão rápido?

Com o tempo, os juros compostos, ou juros sobre os juros, conquistados com os dividendos podem ajudar os investidores a ter experiência de crescimento exponencial, ou crescimento que ocorre em uma taxa cada vez mais rápida.

Resumo do caminho da liberdade financeira

Portanto, lembre-se: ao fazer o orçamento, concentre-se nas grandes despesas

Ao definir metas de economia, seja específico sobre seu plano para ajudá-lo a chegar lá.

Evite dívidas com juros altos e empréstimos para itens que perderão valor rapidamente.

Considere tomar medidas para ajudar a reduzir sua renda tributável.

Evite seguro para despesas que você pode pagar do bolso.

E, finalmente, considere investir para a aposentadoria.

Essas atitudes terão um efeito duradouro em suas finanças no futuro.

Dica bônus

Antes de finalizar, deixo uma última dica. Estude!

É com a educação financeira que nos aproximamos da liberdade econômica. Abaixo deixo um vídeo do Canal Futura com indicações de cursos gratuitos.

 

 

Deixe uma resposta