KISU11 publica relatório gerencial; fundo passa a compor o IFIX

O fundo imobiliário KISU11 – FII Kilima é um dos novos integrantes do principal índice do mercado de FIIs, o IFIX  e divulgou seu Relatório Gerencial com dados atualizados até o fim de agosto de 2021.

O documento aponta que o crescimento no número de cotistas não significou resultados econômicos aos investidores do FII que replica o SUNO30.

O KISU11 mesmo alcançando quase 40 mil cotistas (39.201 pra ser exato) registra perdas de 40,8% nos últimos quatro meses (considerando o valor da cota em 05/05 de R$ 150,02 ou R$ 15 considerando o desdobramento).

número de cotistas do KISU11

Motivos da queda do KISU11

A queda na cotação do KISU11 é explicada pelos gestores, entre outros fatores, pela pressão vendedora dos investidores que detinham direitos de preferência na última subscrição realizada pelo FII.

A alta da taxa de juros (SELIC), as incertezas políticas e a situação da pandemia são outros fatores citados que têm impactado o mercado de fundos imobiliários. 

“A melhora nos indicadores da pandemia vem acompanhada de expectativa de melhora gradativa na economia, o que tende a beneficiar, principalmente, os setores de lajes corporativas e varejo/shopping centers”, cita o documento pelo Kilima Gestão de Recursos, responsável pelo relatório (acesse o documento completo).

IFIX

O KISU11 ingressou no IFIX no dia seis de setembro com participação de 0,38% do principal indicador de fundos imobiliários do mercado.